<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11610014\x26blogName\x3devidence+and+chlorine\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://claya.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://claya.blogspot.com/\x26vt\x3d-5922575046210966920', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quarta-feira, março 25, 2009

.o silêncio dos outros #(3)


Por Paulo Condessa

Dentro do coração grande: vive o coração pequenino.

Dentro do coração pequenino: vive uma árvore, um arco-íris e um rio.


Dentro dessa árvore, desse arco-íris e desse rio, vivem outras coisas.


Dentro da sombra da árvore: vive o pássaro cantor.

Dentro do arco-íris: vivo eu, a bailarina invisível.

Dentro do rio: vive um brilho-dourado.


E dentro do brilho dourado: vive o peixinho.

E dentro do peixinho: vive a floresta.

E dentro da floresta: vive a música.

E dentro da música: vive o silêncio.

E dentro do silêncio: vivem todas as coisas.


E nesse preciso momento apareceu o coração grande e disse:

O silêncio contém todas as coisas.

Etiquetas:

3 Comments:

Anonymous Lu said...

assim, tão natural... fechar os olhos e sentir todos os sublimes silêncios dentro de todos os seres, mesmo os que não sabem...

26 março, 2009 00:04  
Blogger maltes said...

Gosto deste encadeamento bonito.

28 março, 2009 01:09  
Anonymous anjo oculto said...

Silêncios vindos do coração...silêncios dos corações que se amam, que se compreendem...como música no coração.

09 abril, 2009 02:39  

Enviar um comentário

<< Home