<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11610014\x26blogName\x3devidence+and+chlorine\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://claya.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://claya.blogspot.com/\x26vt\x3d-5922575046210966920', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

segunda-feira, maio 09, 2005

Shall we love?


Do you know me?
I know you.

3 Comments:

Anonymous Von said...

:)

09 maio, 2005 18:42  
Anonymous papoila said...

Ecos na Catedral

Os teus olhos são vitrais
que mudam de cor com o céu
e quando sorriem iguais
quem muda de cor sou eu

...

Madredeus

abraço colorido e cheio de tudo como esta pintura

p.s. Sabes que, ao contrário do que se possa pensar, a trajectória das borboletas é muito simética e lógica?

Elas sabem o caminho para céu!

10 maio, 2005 14:49  
Blogger Chauffeur Navarrus said...

Encontros, tontos e telemóveis já jogam e rolam como nunca noutros tempos.
Se bem me lembro e tento, sabiamos à partida onde nos encontrar...
- E se falhar?
Não falhava, não dava!
Estava lá, aquela hora marcada mais uma que se dava e pouco mais se falava...
- E funcionava?
Sim, e sempre assim se fez, não falhou uma só vez!
- E agora? Não é assim?
Agora não se marca, não se data!
- Liga-se depois, um dos dois...?
E acha bem? Pois que falte a coragem aos dois também!
- Assim não!
Pois então...
Que se aprenda, que se marque, que se fale outra vez como há uns dias, em que as vias eram diferentes, pertinentes e bem fluentes.
Doce e terna a comunicação seria, se nos teus olhos eu visse um dia respostas bem-postas, num traje de silêncio distinto, firme e seguro de si.
Nem uma só palavra, nem mesmo cruzada, responder-te-ia, como tu nesse dia...
Apenas te oferecia uma paleta de cores e uma caixinha de música.

13 maio, 2005 01:49  

Enviar um comentário

<< Home