<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11610014\x26blogName\x3devidence+and+chlorine\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://claya.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://claya.blogspot.com/\x26vt\x3d-5922575046210966920', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

segunda-feira, outubro 03, 2005

Coimbra revisitada (tributo)


Os meus passos sucedem-se com a naturalidade

Simples que a calma noite bela de si transpira;

Embrenho-me pelas ruas guiando-me pela liberdade

Dos meus sentidos que absorvem o que a noite inspira!

A magia desta cidade encantada acolhe-me em seu seio!

Sinto vibrar sob os meus pés cada pedra da calçada

E no coração sinto a força e o amor que dela veio!

O rio desliza amado pelas estrelas... A Lua chora emocionada!

Vários barcos se juntam para sempre neste porto de abrigo,

Porto provisório, rampa de lançamento para a nossa vida!

Criam-se laços inquebrantáveis com este, aquele e também contigo...

Sentimentos que se explicam com a magia desta cidade perdida...

E depois?... Depois apenas fica o silêncio da saudade

Onde se ouvem os ecos de uma doce e amarga nostalgia,

Imagens perdidas no tempo, num tempo sem idade!...

A noite vai já adiantada... em breve nascerá um novo dia...

Marco Ferreira
(membro do G.L.)